O Congresso terá maioritariamente um âmbito técnico-científico, estando também aberto à comunidade que se interessa pelo conhecimento da Região Demarcada do Douro e seus vinhos.

As áreas a abordar têm como temas centrais a Viticultura, a Enologia, a Economia, o Direito, a História, a Sociologia, entre outros, perspetivadas num diálogo entre memória e futuro.

Os destinatários serão gestores das empresas vitivinícolas, viticultores, enólogos, juristas, sociólogos, historiadores, economistas, e todos os cidadãos interessados e implicados nas áreas temáticas assinaladas.

Além de intervenções com vincado cariz científico, haverá espaço para apresentações breves, com carácter de divulgação, orientadas para a prática quotidiana das empresas, ou para a apresentação rápida de projetos em desenvolvimento, em que se mostre o que de mais promissor se faz para o progresso do setor vitivinícola.

As visitas técnicas a empresas na Região Demarcada do Douro constituirão uma oportunidade para um contacto direto com a realidade vitivinícola.